quinta-feira, abril 18, 2019
Início Direito Constitucional I Teoria dos Direitos Fundamentais - Direito Constitucional

Teoria dos Direitos Fundamentais – Direito Constitucional

Descubra os fundamentos que circundam os conceitos relativos aos Direitos Humanos e Fundamentais.

-

Sendo essencial para a proteção e a igualdade dos homens, os direitos fundamentais figuram em uma posição de destaque em nossa constituição e, para que o seu estudo seja mais simples, é necessário abordar os conceitos que circundam a teoria dos direitos fundamentais.

1. Conceito de Direitos Fundamentais

Por não ser passiva (comum) doutrinariamente a definição de direitos fundamentais, vale citar aqui a sua corrente mais aceita onde o conceito é dividido em Material e Formal e conjuntamente estipulado na concepção Mista.

1.1. Conceito Material de Direitos Fundamentais

Para a concepção material, são considerados “direitos fundamentais” aqueles considerados de suma importância por determinada sociedade em determinado contexto histórico. Desta forma, o conceito material estipula que os direitos fundamentais não serão os mesmos em todas as sociedades, mas sim, os essenciais a cada uma delas.

1.2. Conceito Formal de Direitos Fundamentais

A concepção formal considera como “direito fundamental” somente aqueles que estiverem previstos no texto constitucional de determinada sociedade.

1.3. Conceito Misto de Direitos Fundamentais

A concepção mista de direitos fundamentais representa a junção dos conceitos descritos anteriormente, desta forma, direitos fundamentais são:

Direitos considerados de suma importância por determinada sociedade em determinado contexto histórico e que foram estipulados em seu texto constitucional.

2. Direitos Fundamentais x Direitos Humanos

- Publicidade -

Como dito anteriormente, são considerados fundamentais os direitos essenciais à uma sociedade e estipulados em seu texto constitucional, desta forma, podemos interpretar que estes direitos se criam, se perdem e se modificam com o tempo.
Os direitos humanos vão em direção oposta, são aqueles inerentes à todo ser humano em sua natureza, independente de estipulação constitucional ou não. Desta forma, os direitos humanos são invioláveis, universais e atemporais, como, por exemplo, o direito à vida.

3. Gerações dos Direitos Fundamentais

3.1. Direitos Fundamentais de Primeira Geração

São considerados como direitos fundamentais de primeira geração (dimensão) aqueles relacionados à liberdade, ou seja, são os direitos civis e políticos.

3.1.1. Exemplos

São exemplos, dentre todos, de direitos de primeira geração o direito à:

3.2. Direitos Fundamentais de Segunda Geração

São considerados como direitos fundamentais de segunda geração (dimensão) aqueles relacionados à igualdade, ou seja, são os direitos sociais, econômicos e culturais.

3.2.1. Exemplos

São exemplos, dentre todos, de direitos de segunda geração o direito:

  • À Saúde;
  • À Habitação;
  • Ao Trabalho…

3.3. Direitos Fundamentais de Terceira Geração

São considerados como direitos fundamentais de terceira geração (dimensão) aqueles relacionados à fraternidade, ou seja, são os direitos transindividuais.

3.3.1. Exemplos

São exemplos, dentre todos, de direitos de terceira geração o direito:

  • À Paz;
  • Ao Meio Ambiente;
  • À Comunicação…

3.4. Demais Gerações de Direitos

Há doutrinadores que defendem a existência de uma quarta e quinta gerações de direitos fundamentais, porém, devida à grande divergência entre os doutrinadores, não citaremos essas gerações.

4. Características dos Direitos Fundamentais

  • Universalidade: Os direitos fundamentais são universais, ou seja, alcançam a todos que se encontram sob tutela do Estado.
  • Irrenunciabilidade: Os direitos fundamentais são irrenunciáveis.
  • Intransmissibilidade: Os direitos fundamentais não podem ser transferidos a terceiros.
  • Imprescritibilidade: Não há prazo para a exigência de um direito fundamental.
  • Efetividade: Garantir os direitos fundamentais é um dever do Poder Público.
  • Inviolabilidade: O Estado não poderá infringir um direito fundamental.

Gostou? Compartilhe!

5 Estrelas?

Votos: 0 | Nota: 0

Cola Jurídicahttps://www.colajuridica.com
Tendo como lema: "Direito na palma da mão". O Colá Jurídica enxergou um mundo dominado por concursos na área jurídica e resolveu se preocupar com aqueles que realmente se dedicam ao cumprimento da lei, os estudantes de direito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Redes Sociais

573FãsCurtir
25,769SeguidoresSeguir
1,729SeguidoresSeguir
83InscritosInscrever

Populares

Direito Civil – Bens Divisíveis, Singulares e Coletivos

Após ver os conceitos sobre Bens Fungíveis e Consumíveis, continuaremos nossas aulas sobre os Bens Considerados em si Mesmos com os artigos 87, 88,...