Da Formação dos Contratos - Direito Civil | Cola Jurídica - Aulas, Resumos e Conteúdo Jurídico

Da Formação dos Contratos - Direito Civil

Sendo os contratos de grande importância na vida prática dos advogados, a formação dos contratos irá apresentar as fases para a sua elaboração.

1. Manifestação da Vontade

Considerada a primeira e mais importante fase para a formação de um contrato, a manifestação da vontade representa o querer expresso ou tácito das partes em realizar um negócio jurídico.
  • Manifestação de Vontade Expressa: Sempre resultante de lei, a manifestação de vontade expressa é aquela exteriorizada de forma clara, seja por escrito ou outro gesto que não deixe dúvidas sobre o querer.
  • Manifestação de Vontade Tácita: Quando a lei não exigir a manifestação de vontade expressa, esta poderá ser tácita, ou seja, sem ser necessária a sua comprovação de forma clara.

2. Negociações Preliminares

Também denominada de "fase de pontuação", as negociações preliminares consistem na fase anterior à formação dos contratos, onde as partes irão realizar seus debates, sondagens e cálculos
Nesta fase não há nenhuma vinculação ou obrigação ao negócio, desta forma, caso alguma das partes aja com boa-fé e desista de prosseguir com o contrato, não haverá nenhuma penalidade.
Caso a parte desistente aja com má-fé, dando indícios de que prosseguirá com o contrato para causar dano à outra parte, haverá responsabilidade obrigacional.

3. A Proposta

A proposta consiste no fim da fase de estudo e discussões acerca do contrato e representa a oferta (policitação ou oblação) feita por uma parte para que a outra aceite ou não a realização do negócio.
Devendo conter todos os elementos essenciais do negócio (preço, forma de pagamento, forma de entrega, etc...) de forma clara e completa, a  proposta é considerada uma declaração receptícia de vontade, ou seja, depende da aceitação da outra parte para se tornar eficaz.

3.1. Força Vinculante da Proposta

Por se tratar de um negócio jurídico unilateral, nosso código civil estipula que a proposta obriga o proponente (aquele que propõe) e o vincula a responder por suas consequências caso decida não dar prosseguimento ao contrato proposto.
Código Civil - Art. 427: A proposta de contrato obriga o proponente, se o contrário não resultar dos termos dela, da natureza do negócio, ou das circunstâncias do caso.
Não será obrigatória ao proponente a proposta se o contrário não resultar dos termos dela, da natureza do negócio, ou das circunstâncias do caso.
  • Dos termos dela: A proposta não será obrigatória se esta condição estiver estipulada em seus próprios termos.
    • Exemplo: Ao ofertar o contrato, o proponente estipula a sua não obrigatoriedade. 
  • Da natureza do negócio: Não será obrigatória a proposta cuja a própria natureza do negócio tenha limitações.
    • Exemplo: As propostas abertas ao público são limitadas ao estoque existente.
  • Das circunstâncias do caso: Acontecerá na hipótese de o juiz considerar, em razão das circunstâncias existente na situação, a não obrigatoriedade do proponente.

3.2. Prazos de Validade da Proposta

Independente de ser ou não contrária a obrigatoriedade nos casos tratados anteriormente, a proposta deixará de ser obrigatória quando:
  • Feita sem prazo a pessoa presente, não for imediatamente aceita.
    • É considerada presente a pessoa que recebe a proposta por telefone ou meio de comunicação semelhante (chat, videochat...)
    • Exemplo: Quando o proponente realiza pessoalmente a proposta sem prazo de resposta e a outra parte decide "pensar sobre o assunto".
Código Civil - Art. 428: Deixa de ser obrigatória a proposta:
I - se, feita sem prazo a pessoa presente, não foi imediatamente aceita. Considera-se também presente a pessoa que contrata por telefone ou por meio de comunicação semelhante;
  • Feita a pessoa ausente, tiver decorrido tempo suficiente para chegar a resposta ao conhecimento do proponente.
    • Exemplo: Quando o proponente envia a proposta a pessoa ausente (que não se encontra em contato direto) por correspondência e a resposta não chega em tempo considerado razoável pelo senso comum.
Código Civil - Art. 428: Deixa de ser obrigatória a proposta:
II - se, feita sem prazo a pessoa ausente, tiver decorrido tempo suficiente para chegar a resposta ao conhecimento do proponente;
  • Feita a pessoa ausente, não tiver sido expedida a resposta dentro do prazo dado.
    • Exemplo: Quando o proponente envia a proposta a pessoa ausente com um prazo de 1 mês para a resposta e não a recebe a tempo.
Código Civil - Art. 428: Deixa de ser obrigatória a proposta:
III - se, feita a pessoa ausente, não tiver sido expedida a resposta dentro do prazo dado;
  • Antes dela, ou simultaneamente, chegar ao conhecimento da outra parte a retratação do proponente.
    • Caso, antes da proposta ou simultaneamente, chegar a outra parte a desistência do proponente de continuar com o negócio.
Código Civil - Art. 428: Deixa de ser obrigatória a proposta:
IV - se, antes dela, ou simultaneamente, chegar ao conhecimento da outra parte a retratação do proponente.

3.3. A Oferta ao Público

Quando possuir os elementos essenciais de uma proposta, a oferta ao público (vitrines de loja, anúncios...) será considerada obrigatória se o contrário não resultar das circunstâncias ou dos usos. (Lê-se "até o limite do estoque").
Vale ressaltar que, quando estipulada tal situação na oferta, esta poderá ser revogada pela mesma via de divulgação que foi oferecida.
Código Civil - Art. 429: A oferta ao público equivale a proposta quando encerra os requisitos essenciais ao contrato, salvo se o contrário resultar das circunstâncias ou dos usos.
Parágrafo único. Pode revogar-se a oferta pela mesma via de sua divulgação, desde que ressalvada esta faculdade na oferta realizada.

4. A Aceitação

A aceitação é a última fase da formação dos contratos antes de esse se considerar celebrado e consiste na manifestação de vontade do oblato (aquele que recebe a proposta) de se concluir o contrato.
  • Se a aceitação, por motivo alheio à vontade das partes, chegar tarde ao conhecimento do proponente, pelo princípio da boa-fé, ele deverá informar imediatamente ao aceitante, sob pena de responder por perdas e danos.
    • Exemplo: "A" envia uma proposta de compra e venda de laranjas para "B". "B" imediatamente envia a aceitação para o proponente, porém, a correspondência é extraviada e só chega a conhecimento de "A" após 15 dias, momento esse onde as laranjas já se perderam. "A" deverá comunicar o fato imediatamente a "B".
Código Civil - Art. 430: Se a aceitação, por circunstância imprevista, chegar tarde ao conhecimento do proponente, este comunicá-lo-á imediatamente ao aceitante, sob pena de responder por perdas e danos.
  • Se a aceitação for efetuada fora do prazo, com adições, restrições ou modificações, será considerada contraproposta, ou seja, nova proposta.
Código Civil - Art. 431: A aceitação fora do prazo, com adições, restrições, ou modificações, importará nova proposta.
  • A aceitação poderá ser expressa ou tácita.
Código Civil - Art. 432: Se o negócio for daqueles em que não seja costume a aceitação expressa, ou o proponente a tiver dispensado, reputar-se-á concluído o contrato, não chegando a tempo a recusa.
  • Será considerada inexistente a aceitação, se antes dela ou com ela chegar ao proponente a retratação do aceitante.
Código Civil - Art. 433: Considera-se inexistente a aceitação, se antes dela ou com ela chegar ao proponente a retratação do aceitante.

5. Formação dos Contratos entre Ausentes

Código Civil - Art. 434: Os contratos entre ausentes tornam-se perfeitos desde que a aceitação é expedida, exceto: I - no caso do artigo antecedente;
II - se o proponente se houver comprometido a esperar resposta;
III - se ela não chegar no prazo convencionado.

6. Lugar da Formação dos Contratos

Código Civil - Art. 435: Reputar-se-á celebrado o contrato no lugar em que foi proposto.
Da Formação dos Contratos - Direito Civil

COMENTÁRIOS

 Farelos Jurídicos - Portal Jurídico Sem Barreiras
↓ Continua após a publicidade ↓
Nome

Ação Penal,1,Adimplemento,7,Adimplemento das Obrigações,9,ADVBOX,1,Aplicativos de Direito,1,Arrependimento Eficaz,1,Autoria,2,Bens,6,Bombeiros,1,Classificação das Constituições,1,Classificação das Normas Jurídicas,10,Classificação dos Contratos,1,Classificação dos Crimes,11,Coisas para Saber Antes de Cursar Direito,1,Compensação,2,Concurso de Pessoas,8,Conduta,1,Confusão,2,Conselho Tutelar,1,Consignação,2,Contagem dos Prazos,1,Contratos em Relação a Terceiros,1,Controle de Constitucionalidade,1,Credor Putativo,1,Crime Consumado,2,Crime Impossível,1,Crime Preterdoloso,2,Crime Tentado,2,Crimes de Forma Livre,1,Crimes de Forma Vinculada,1,Crimes Dolosos Contra a Vida,1,Crimes Qualificados pelo Resultado,2,Culpa,2,Culpabilidade,4,Curiosidades,7,Da Estipulação em Favor de Terceiro,1,Da Promessa de Fato de Terceiro,1,Dação,2,Desistência Voluntária,2,Desistência Voluntária e Arrependimento Eficaz,3,Dicas Jurídicas,8,Dicas para Estudantes de Direito,7,Direito à Vida,1,Direito Civil,17,Direito Civil I,6,Direito Civil II,6,Direito Civil: Parte Geral,4,Direito Constitucional,21,Direito Constitucional I,3,Direito Penal,38,Direito Penal I,14,Direito Penal II,17,Direito Penal III,3,Direito Processual,1,Direitos Fundamentais,3,Direitos Humanos,3,Direitos Individuais e Coletivos,2,Do Objeto e da Prova do Pagamento,4,Dolo,3,Dolo Eventual,3,Dos Crimes contra a Pessoa,3,Dos Crimes Contra a Vida,3,Dr. Anísio Gil,1,Economia,2,Elementos Subjetivos do Crime,4,Erro de Tipo,2,Erro de Tipo Acidental,1,Erro de Tipo Essencial,1,Espécies de Ação Penal,1,Espécies de Pena,1,Estado de Necessidade,2,Estrito Cumprimento do Dever Legal,1,Evicção,2,Excludentes,1,Excludentes de Culpabilidade,2,Excludentes de Ilicitude,5,Excludentes de Tipicidade,5,Exercício Regular do Direito,1,Faltas em Aula,1,Fiador,1,Filmes para Estudantes de Direito,1,Formação dos Contratos,1,Formas Especiais de Pagamento,9,Homicídio,1,Igualdade Perante a Lei,1,Ilicitude,6,Imputação,2,Inconstitucionalidade,3,Infanticídio,1,Interrupção e Suspensão,1,Introdução ao Estudo do Direito,6,Iter Criminis,2,Legítima Defesa,2,Lugar e Tempo do Pagamento,3,Macetes,3,Marketing Jurídico,1,Medidas de Segurança,1,Mnemônicos,1,Modalidades das Obrigações,8,Nexo Causal,6,Noções Gerais dos Contratos,1,Nome Sujo,1,Normas Jurídicas,5,Notificação Extrajudicial,1,Novação,2,Obrigações,5,Paradigmas Constitucionais,5,Participação em Suicídio,1,Pena de Multa,5,Pena Privativa de Liberdade,2,Penas,7,Penas Restritivas de Direitos,7,Perfis no Instagram para Estudantes de Direito,1,Poder Constituinte,6,Prática Penal,1,Presentes para Estudantes de Direito,1,Princípios dos Contratos,1,Promessas de Ano Novo,1,Prosa Penal,1,Regimes da PPL,4,Remissão das Dívidas,2,Resultado,1,Resumos,92,Resumos de Direito Civil,29,Resumos de Direito Civil I,16,Resumos de Direito Civil Teoria Geral,5,Resumos de Direito Constitucional,3,Resumos de Direito Penal,54,Resumos de Direito Penal I,41,Resumos de Direito Penal II,13,Resumos de Introdução ao Estudo do Direito,13,Resumos de Obrigações,15,Resumos de Teoria da Constituição,3,Resumos de Teoria do Crime,31,Resumos Direito Civil I,8,Séries sobre Direito,1,Símbolos Nacionais,1,Sub-rogação,2,Teoria da Constituição,17,Teoria do Crime,32,Teoria do Pagamento,5,Teoria Geral dos Contratos,6,Teorias da Culpabilidade,2,Tipicidade,7,Tipo Penal,2,Transmissão das Obrigações,2,Vícios Redibitórios,1,
ltr
item
Cola Jurídica - Aulas, Resumos e Conteúdo Jurídico: Da Formação dos Contratos - Direito Civil
Da Formação dos Contratos - Direito Civil
Entenda de forma resumida e completa sobre a Formação dos Contratos. Aqui você aprenderá sobre a Manifestação da Vontade, as Negociações Preliminares, a Proposta e seus Prazo e a Aceitação.
https://1.bp.blogspot.com/-8L-4ez4ADj8/XD4kirjDhXI/AAAAAAAABZU/tPmISD4NJkQoLkKm_smBF560g4i2wI2hwCLcBGAs/s640/Forma%25C3%25A7%25C3%25A3o-dos-Contratos---Direito-Civil.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-8L-4ez4ADj8/XD4kirjDhXI/AAAAAAAABZU/tPmISD4NJkQoLkKm_smBF560g4i2wI2hwCLcBGAs/s72-c/Forma%25C3%25A7%25C3%25A3o-dos-Contratos---Direito-Civil.jpg
Cola Jurídica - Aulas, Resumos e Conteúdo Jurídico
https://www.colajuridica.com/2019/02/formacao-dos-contratos-direito-civil.html
https://www.colajuridica.com/
https://www.colajuridica.com/
https://www.colajuridica.com/2019/02/formacao-dos-contratos-direito-civil.html
true
5251343710770382667
UTF-8
Carregar todas as postagens Nada parecido foi encontrado VER TUDO Leia mais Responder Cancelar Resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADAS PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODAS AS POSTAGENS Nenhum resultado encontrado Voltar para o Início Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo Seg Terç Qua Qui Sex Sab Dom Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outrubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO PREMIUM PASSO 1: Compartilhar. PASSO 2: Clicar no link para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy