Direito Civil - Obrigação de Dar Coisa Certa e Incerta | Cola Jurídica - Aulas, Resumos e Conteúdo Jurídico

Direito Civil - Obrigação de Dar Coisa Certa e Incerta

Presentes entre os artigos 233 e 246 de nosso Código Civil, as obrigações de dar coisa certa ou incerta são os primeiros exemplos de obrigação que iremos falar em nosso curso de obrigações.

Obrigação de Dar Coisa Certa

A obrigação de dar coisa certa ocorre quando o objeto da obrigação constitui algo determinado, ou seja, o Devedor deverá entregar ao Credor exatamente aquilo que foi combinado.< Não obstante o objeto determinado poderá possuir acessórios, neste caso, observaremos o Art. 233º de nosso Código Civil e iremos considerar os acessórios como parte integrante da obrigação.
Art. 233º - Código Civil: A obrigação de dar coisa certa abrange os acessórios dela embora não mencionados, salvo se o contrário resultar do título ou das circunstâncias do caso.

A Quem Pertence a Coisa (Objeto da Obrigação)?

Até a tradição, a coisa pertence ao Devedor, podendo ele, em caso de melhoramentos ocorridos antes da entrega, aumentar o valor da coisa.
  • Caso o Credor não aceite o aumento, poderá o Devedor resolver (finalizar) a obrigação.
Art. 237º - Código Civil: Até a tradição pertence ao devedor a coisa, com os seus melhoramentos e acrescidos, pelos quais poderá exigir aumento no preço; se o credor não anuir, poderá o devedor resolver a obrigação.
Parágrafo único. Os frutos percebidos são do devedor, cabendo ao credor os pendentes.

E se a Coisa se Deteriorar ou se Perder?

Na obrigação de dar coisa certa, em qualquer hipótese de deterioração ou perda de algo deveremos efetuar, mentalmente, a seguinte pergunta:
Foi Com Culpa ou Sem Culpa?
  • No caso de deteriorada a coisa: 

Com Culpa do Devedor

Caso o Devedor seja culpado pela deterioração da coisa, poderá o Credor exigir o Valor Equivalente ao Objeto da Obrigação, ou Aceitar a Coisa no estado em que se encontra, podendo, em ambos os casos, exigir indenização por Perdas e Danos
Art. 236º - Código Civil: Sendo culpado o devedor, poderá o credor exigir o equivalente, ou aceitar a coisa no estado em que se acha, com direito a reclamar, em um ou em outro caso, indenização das perdas e danos.

Sem Culpa do Devedor

Se a coisa se deteriorar sem culpa do Devedor, o Credor poderá resolver (finalizar) a obrigação ou aceitar a coisa em seu estado com o abatimento do valor deteriorado. 
Art. 235º - Código Civil: Deteriorada a coisa, não sendo o devedor culpado, poderá o credor resolver a obrigação, ou aceitar a coisa, abatido de seu preço o valor que perdeu.

  • Caso a coisa se perca

Com Culpa do Devedor

Caso o Devedor tenha culpa pela perda (fim) da coisa, poderá o Credor exigir o Valor Equivalente ao Objeto da Obrigação mais Perdas e Danos.
Art. 239º - Código Civil: Se a coisa se perder por culpa do devedor, responderá este pelo equivalente, mais perdas e danos.

Sem Culpa do Devedor

Se, antes da tradição, ou pendente a condição suspensiva, a coisa se perder sem culpa (Caso Fortuito ou Força Maior) do devedor, fica a obrigação resolvida (finalizada) para ambas as partes.
Art. 234º - Código Civil: Se (...) a coisa se perder, sem culpa do devedor, antes da tradição, ou pendente a condição suspensiva, fica resolvida a obrigação para ambas as partes; (...)

Obrigação de Restituir Coisa Certa

Caso a obrigação seja de restituir coisa certa e o objeto se deteriore sem culpa do Devedor, deverá o Credor recebê-la da forma que se acha, sem direito de indenização. Se, por culpa do devedor, este responderá pelo Equivalente mais Perdas e Danos.
Art. 240º - Código Civil: Se a coisa restituível se deteriorar sem culpa do devedor, recebê-la-á o credor, tal qual se ache, sem direito a indenização; se por culpa do devedor, observar-se-á o disposto no art. 239.
Caso a obrigação de Restituir se perca, antes da tradição, sem culpa do Devedor, a obrigação será resolvida, ressalvados os direitos do Credor até o dia da perda.
Art. 238º - Código Civil: Se a obrigação for de restituir coisa certa, e esta, sem culpa do devedor, se perder antes da tradição, sofrerá o credor a perda, e a obrigação se resolverá, ressalvados os seus direitos até o dia da perda.

Obrigação de Dar Coisa Incerta

A obrigação de dar coisa incerta ocorre quando o objeto constituído na obrigação não pode ser determinado, porém, de acordo com o nosso código, deverá ser indicado, ao menos, a quantidade e o gênero. Exemplo: Alguém deseja adquirir uma ave. Não indicando uma ave específica, deverá ao menos dizer se quer uma galinha, ou um pato, ou um frango... e a quantidade que deseja.
Art. 243º - Código Civil: A coisa incerta será indicada, ao menos, pelo gênero e pela quantidade.

Quem Escolhe o Objeto?

Salvo acordo entre os sujeitos da obrigação, a escolha de dar coisa incerta pertence ao devedor, não podendo ele dar coisa pior ou ser obrigado a prestar a melhor.
Art. 244º - Código Civil: Nas coisas determinadas pelo gênero e pela quantidade, a escolha pertence ao devedor, se o contrário não resultar do título da obrigação; mas não poderá dar a coisa pior, nem será obrigado a prestar a melhor.

Caso ele se perca:

Na obrigação de dar coisa incerta, caso a coisa incerta se perca antes da escolha, não poderá o devedor alegar perda ou deterioração da coisa, ainda que por força maior ou caso fortuito.
Art. 246º - Código Civil: Antes da escolha, não poderá o devedor alegar perda ou deterioração da coisa, ainda que por força maior ou caso fortuito.

Após a Escolha:

Após a escolha, estando ciente o Credor, se aplicará à Obrigação as regras de dar coisa certa.
Art. 245º - Código Civil: Cientificado da escolha o credor, vigorará o disposto na Seção antecedente.
!Este conteúdo é um resumo!
Para acessar a aula completa sobre Obrigações:
Obrigação de dar coisa certa ou incerta
 Farelos Jurídicos - Portal Jurídico Sem Barreiras
↓ Continua após a publicidade ↓
Nome

Ação Penal,1,Adimplemento,7,Adimplemento das Obrigações,9,ADVBOX,1,Aplicativos de Direito,1,Arrependimento Eficaz,1,Autoria,2,Bens,6,Bombeiros,1,Classificação das Constituições,1,Classificação das Normas Jurídicas,10,Classificação dos Contratos,1,Classificação dos Crimes,11,Coisas para Saber Antes de Cursar Direito,1,Compensação,2,Concurso de Pessoas,8,Conduta,1,Confusão,2,Conselho Tutelar,1,Consignação,2,Contagem dos Prazos,1,Contratos em Relação a Terceiros,1,Controle de Constitucionalidade,1,Credor Putativo,1,Crime Consumado,2,Crime Impossível,1,Crime Preterdoloso,2,Crime Tentado,2,Crimes de Forma Livre,1,Crimes de Forma Vinculada,1,Crimes Dolosos Contra a Vida,1,Crimes Qualificados pelo Resultado,2,Culpa,2,Culpabilidade,4,Curiosidades,7,Da Estipulação em Favor de Terceiro,1,Da Promessa de Fato de Terceiro,1,Dação,2,Desistência Voluntária,2,Desistência Voluntária e Arrependimento Eficaz,3,Dicas Jurídicas,8,Dicas para Estudantes de Direito,7,Direito à Vida,1,Direito Civil,17,Direito Civil I,6,Direito Civil II,6,Direito Civil: Parte Geral,4,Direito Constitucional,21,Direito Constitucional I,3,Direito Penal,38,Direito Penal I,14,Direito Penal II,17,Direito Penal III,3,Direito Processual,1,Direitos Fundamentais,3,Direitos Humanos,3,Direitos Individuais e Coletivos,2,Do Objeto e da Prova do Pagamento,4,Dolo,3,Dolo Eventual,3,Dos Crimes contra a Pessoa,3,Dos Crimes Contra a Vida,3,Dr. Anísio Gil,1,Economia,2,Elementos Subjetivos do Crime,4,Erro de Tipo,2,Erro de Tipo Acidental,1,Erro de Tipo Essencial,1,Espécies de Ação Penal,1,Espécies de Pena,1,Estado de Necessidade,2,Estrito Cumprimento do Dever Legal,1,Evicção,2,Excludentes,1,Excludentes de Culpabilidade,2,Excludentes de Ilicitude,5,Excludentes de Tipicidade,5,Exercício Regular do Direito,1,Faltas em Aula,1,Fiador,1,Filmes para Estudantes de Direito,1,Formação dos Contratos,1,Formas Especiais de Pagamento,9,Homicídio,1,Igualdade Perante a Lei,1,Ilicitude,6,Imputação,2,Inconstitucionalidade,3,Infanticídio,1,Interrupção e Suspensão,1,Introdução ao Estudo do Direito,6,Iter Criminis,2,Legítima Defesa,2,Lugar e Tempo do Pagamento,3,Macetes,3,Marketing Jurídico,1,Medidas de Segurança,1,Mnemônicos,1,Modalidades das Obrigações,8,Nexo Causal,6,Noções Gerais dos Contratos,1,Nome Sujo,1,Normas Jurídicas,5,Notificação Extrajudicial,1,Novação,2,Obrigações,5,Paradigmas Constitucionais,5,Participação em Suicídio,1,Pena de Multa,5,Pena Privativa de Liberdade,2,Penas,7,Penas Restritivas de Direitos,7,Perfis no Instagram para Estudantes de Direito,1,Poder Constituinte,6,Prática Penal,1,Presentes para Estudantes de Direito,1,Princípios dos Contratos,1,Promessas de Ano Novo,1,Prosa Penal,1,Regimes da PPL,4,Remissão das Dívidas,2,Resultado,1,Resumos,92,Resumos de Direito Civil,29,Resumos de Direito Civil I,16,Resumos de Direito Civil Teoria Geral,5,Resumos de Direito Constitucional,3,Resumos de Direito Penal,54,Resumos de Direito Penal I,41,Resumos de Direito Penal II,13,Resumos de Introdução ao Estudo do Direito,13,Resumos de Obrigações,15,Resumos de Teoria da Constituição,3,Resumos de Teoria do Crime,31,Resumos Direito Civil I,8,Séries sobre Direito,1,Símbolos Nacionais,1,Sub-rogação,2,Teoria da Constituição,17,Teoria do Crime,32,Teoria do Pagamento,5,Teoria Geral dos Contratos,6,Teorias da Culpabilidade,2,Tipicidade,7,Tipo Penal,2,Transmissão das Obrigações,2,Vícios Redibitórios,1,
ltr
item
Cola Jurídica - Aulas, Resumos e Conteúdo Jurídico: Direito Civil - Obrigação de Dar Coisa Certa e Incerta
Direito Civil - Obrigação de Dar Coisa Certa e Incerta
Aprenda aqui os conceitos mais importantes sobre a obrigação de dar coisa certa e a obrigação de dar coisa incerta.
https://2.bp.blogspot.com/-wNoKdmvuw_Y/W6e7il2OvNI/AAAAAAAAAwg/AgG2M9MkSVUIRWPG015ZubxFLQpTBBM3ACLcBGAs/s640/SITE---OBRIGA%25C3%2587%25C3%2583O-DE-DAR-COISA-CERTA-E-INCERTA.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-wNoKdmvuw_Y/W6e7il2OvNI/AAAAAAAAAwg/AgG2M9MkSVUIRWPG015ZubxFLQpTBBM3ACLcBGAs/s72-c/SITE---OBRIGA%25C3%2587%25C3%2583O-DE-DAR-COISA-CERTA-E-INCERTA.jpg
Cola Jurídica - Aulas, Resumos e Conteúdo Jurídico
https://www.colajuridica.com/2018/08/direito-civil-obrigacao-de-dar.html
https://www.colajuridica.com/
https://www.colajuridica.com/
https://www.colajuridica.com/2018/08/direito-civil-obrigacao-de-dar.html
true
5251343710770382667
UTF-8
Carregar todas as postagens Nada parecido foi encontrado VER TUDO Leia mais Responder Cancelar Resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADAS PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODAS AS POSTAGENS Nenhum resultado encontrado Voltar para o Início Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Domingo Seg Terç Qua Qui Sex Sab Dom Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outrubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO PREMIUM PASSO 1: Compartilhar. PASSO 2: Clicar no link para desbloquear Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy